Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

Xadrez de uma cor só.

Yoko Onocriou um jogo de xadrez em que todas as peças são da mesma cor.
A ideologia “anti-guerra” de Ono pode ser observada neste trabalho, já que – conforme o jogo avança – fica impossível de saber de quem são as peças (já que tudo, inclusive o tabuleiro, é branco). É preciso repensar regras, estabelecer diálogos e achar uma outra solução para o embate.

Fire | Confissões por mim mesma VI

Sabe quando você não tem dúvidas sobre o que tem que fazer, mas mesmo assim ainda não é capaz de cumprir?
Não tenho necessidade de desabafar pois não tenho o que reclamar. As pessoas só reclamam daquilo que elas não queriam ser, passar ou até mesmo das surpresas que a vida prega. Esse não é meu caso. Não há outro caminho, eu sei disso e não tenho motivos para reclamar.
O sentimento do horror invadindo seu coração é doloroso. Eu pedi a Deus um coração que fosse capaz de ama-lo e eu já imaginava tudo o que me seria exigido. O sofrimento só está me capacitando para o amor. Cada lágrima derramada, cada dor sofrida é passada com muito orgulho, por um bem maior.
O fogo queima e destrói, o fogo queima e purifica.


Direita X Esquerda em Hollywoodland

O título deste post é exatamente o mesmo do vídeo do Dionisio, do canal Bunker do Dio lá no YouTube.




Depois da última edição do Oscar neste ano de 2017, houveram diversas especulações entre a Esquerda e Direita, sobre quem domina o campo do cinema e blá blá blá.

Um conselho: Nunca deixe que as ideias de censo comum te influencie ou deixe façam sua cabeça, ok? Nem tudo é, como dizem que é.

A iniciativa do Dio de comparar quantos e quais filmes de esquerda e de direita, ganharam ao longo das edições do Oscar,é sensacional! E sabe porque? O resultado é surpreendente.

Fiquem com vídeo, eu garanto é um tempo bem gasto...



Livros conservadores | Revolução cultural

Eu já passei, álias passo por apuros quando o quesito é escolher bons livros para leitura. E eu só queria registrar um tipo de lista...


Conquistadores: como Portugal criou o primeiro império global Roger Crowley




Livro "Idade Média: O que não nos ensinaram" Rogine Pernoud

A nova era e a revolução cultural Olavo de Carvalho

O EUA e a nova ordem mundial Olavo de Carvalho

Desinformação Ronald J. Richtalk

Do comunismo Vladimir Tismaneanu

Mentiram pra você sobre o desarmamento Flavio Quintela

Sobre os prazeres 1

" A filosofia alcança os prazeres admiráveis por meio da contemplação da sabedoria, [enrijecendo-se nela] por sua pureza e solidez. A pureza de tais prazeres é relacionada aos objetos imateriais [influentes na felicidade], e a solidez, oriunda das regras acerca dos objetos  imutáveis. Quem se restringe ajuda prazeres das coisas materiais, incorre em uma pureza proveniente da impressão física, isto é, a marca gerada pelas coisas inferiores. Quem se deleita com as coisas mutáveis, não possui um prazer firme, pois quando a coisa mutável - amada e buscada por ele - cai diante da corrupção, simplesmente muda [com o passar do tempo], o prazer cessa, dando espaço na maioria das vezes à destruição da tristeza. "Página 86, Sobre os prazeres - Tomaz de Aquino

Carpinteiro do Universo - Raul Seixas

Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou. Não sei por que nasci
pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser... Não sei pois nasci para isso, e aquilo,
E o inguiço de tanto querer. Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou. Humm...Estou sempre,
pensando em aparar o cabelo de alguém.
E sempre tentando mudar a direção do trem.
À noite a luz do meu quarto eu não quero apagar,
Pra que você não tropece na escada, quando chegar. Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou. O meu egoismo, é tão egoísta,
que o auge do meu egoismo é querer ajudar.
Mas Não sei por que nasci
pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser... Não sei pois nasci para isso, e aquilo,
E o inguiço de tanto querer Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou. Carpinteiro do universo intei…

Você levanta?

Aside

"Vejo o Seu sangue em cada rosa.E nas estrelas, o brilho dos Seus olhos.O Seu corpo cintila entre as neves eternas.As Suas lágrimas caem dos Céus.Vejo o Seu rosto em cada flor;O trovão e o cantar das avesSão apenas a Sua voz – gravadas pelo seu poder.As rochas, Suas palavras escritas.Todos os caminhos são trilhados pelos Seus pés.O Seu coração forte agita o vai e vem das ondas.A Sua coroa está tecida com todos os espinhos.Cada árvore é a Sua cruz. "