Como o Batman derrotaria os personagens da Liga da Justiça | Contingência Agamenon

E se os membros da Liga da Justiça se tornassem inimigos do Batman? Será que ele teria um plano para essa situação? Que lugares ele usaria ...

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Sobre qualquer leitor

"eu precisava parar, mas aí virei a página e quando me dei conta já havia começado outro capitulo." 


terça-feira, 12 de setembro de 2017

Relapsos sobre a vida feliz.

E tendo crescido, e tendo-se desfeito as trevas da escuridão, convenci-me de que deveria crer preferentemente mais nos que ensinam do que do que nos que ditam ordens. Santo Agostinho.


terça-feira, 5 de setembro de 2017

More of what you see


Ascese | Confissões por mim mesma VII

Sobre estar compreendendo o que um dia nunca foi imaginado. 

Sentimentos equilibrados, razão no lugar, nem mais, nem menos. 

O corpo ainda está cansado e os neurônios ainda estão fritando a cada nova informação. Então o que mudou? Evolução? Não. Talvez este seja o inicio do caminho de volta para casa.

•••

Vivendo um tempo em que exige de mim muita força para não cair. As coisas não tem sido fáceis. E mesmo no meio de uma ascese, eu continuarei aqui, por um longo e incansável caminho de volta a Luz.


segunda-feira, 28 de agosto de 2017

DEFENSORES - DEFENDERS


Em 18/08/2017 estreou a série dos Defensores Original Netflix cof cof. A duração das propagandas pela internet, pelas ruas, pelos ônibus, pelas estações do metrô, são muito maiores do que os singelos 8 episódios que foram ao ar.

Muita propaganda para uma finalidade não tão definida assim. Existem quatro personagens [apenas um é Super Herói, os outros ainda são meio aspirantes para a sociedade Nova Iorquina]: Punho de Ferro (Zen Guerreio), Luke Cage (A prova de Balas), Jessica Jones (Investigadora Elegante) e o Demolidor (Pecador Salvador), alguns já se conhecem outros não, mas no fim todos se unem contra o Tentáculo.


Sim o Tentáculo é o vilão por enquanto, fora Danny Handy que possui clara ligação com o Tentáculo, afinal ele é o Guerreiro que vai derrotar esta instituição assassina milenar que foi banida de K’Lun (é assim que se escreve mesmo?) e tal, temos o Matt Murdock que teve sua amada namorada ninja assassina morta pelo Tentáculo. Já no caso de Jessica Jones e Luke Cage, as pessoas que foram mortas pelo Tentáculo que são teoricamente próximas a eles, não são tão próximas assim, um cliente renegado a priori e um garoto do Harlem. Mas de toda forma, o tentáculo fere seus ideais e ameaça a cidade aonde todos vivem.

Precisa de mais motivos para juntar esses caras e fazer uma série de Super Heróis?



Demolidor enfrenta uma situação diferente dos demais, pois teoricamente deixou a vida de vigilante e está tentando salvar o mundo apenas dentro dos tribunais. Ele também nunca revelou sua identidade secreta para a sociedade, diferente dos outros que nem fazem questão de esconde-la.


Um ponto que não pode ser deixado para traz é a caracterização deste Punho de Ferro, que é zen até demais. O cara não empolga e as vezes fico com dúvida se esse cara é o lutador de Kung Fu que venceu um Dragão um dia. Ele poderia ter mais traços do personagem dos quadrinhos, só acho.


Mas não quero deixar spoilers, mais o nosso querido Padre Stick vai aprontar bastante e continuar aprontando após a cena final dos créditos do episódio oito.


quinta-feira, 24 de agosto de 2017

GOTHAN 3º temporada

Infelizmente não estou acompanhando os episódios de Gothan pelos mais variados motivos, mas venho acompanhando alguns comentários. Mas recentemente me deparei com essas imagens do Jerome e pensei "Cara o Cameron Monaghan ta fazendo um belo trabalho."

Não sei como está a atuação, a qualidade, etc, mais a caracterização dele está de parabéns, o próprio Cameron tem um ar de psicótico ultra natural.






Fusão Batman + Coringa = Bat-Coringa | Dark Night

Até onde irá a imaginação? Será que nesse universo paralelo da DC, vamos ter cinco ou mais Robin's zumbis? Bem que poderia estar escrito em suas coleiras seus nomes Jason Todd, Tim Drake, Dick Grayson... Seria "genial". 




quinta-feira, 27 de julho de 2017

WhatsApp

Se não me falha a memória não é a primeira vez que eu escrevo sobre o aplicativo WhatsApp. É isso mesmo, o título foi "Eu odeio WhatsApp". Afirmação que uso até hoje!
Mas este texto aqui, se refere da dependência que as pessoas tem pelo Whats, que venho observando. Infelizmente eu utilizo o APP por causa do trabalho, faculdade, familia, etc., enfim.

Se referindo ao meu trabalho estou em três "Grupos", o corporativo, um outro que ela o nome de "Os que não valem nada", neste aqui, não está todo mundo da equipe (já da pra imaginar o porque) e um terceiro, mais recente que se trata de um procedimento especifico que poucos fazem na equipe. Fico me perguntando, será que não possuímos ferramentas o suficiente na empresa para manter a comunicação, é realmente necessário tantos grupos no WhatsApp? Temos e-mail corporativo, plataformas e até uma pasta compartilhada, para que raios tantos grupos no Whats App? Para ficar me passando Memes e correntes? 

As vezes acho que sou muito pragmática, muito direta. Ou será que o WhatsApp é só mais uma maneira de distração e entretenimento? Vai ver as pessoas realmente gostam de disso, gostam de mandar Bom Dia, Boa Tarde e Boa noite, todo Santo dia. Eu tenho minha forma de distração, tenho um blog que mais parece um caderno velho, que fica jogado no meu quarto, que contam como faço para manter minha sanidade.    

Mas quando você se torna escravo de algo ou de alguém, seja do Whats App, dos vícios ou do seu patrão, você perde sua verdadeira essência e logo não se reconhecera mais. Logo você será alguém moldado e alienado pelas "escravidões" da vida. 


quinta-feira, 8 de junho de 2017

Caos

Eu me perco todos os dias dentro de mim.
Uma viajem sem fim.
Uma dor que me consome, o gosto do sangue já está  em minha boca.

[...]


quarta-feira, 31 de maio de 2017

Equilíbrio - Samuel Forster


Na esperança de dias melhores


Seguimos a luta pela vida
Algo tão simples como viver
Se transforma em ferida

Querendo sempre mais e mais
Acreditando que a dor é passageira
Passamos a vida correndo atrás
Nos convencendo que valeu a pena

O simples é o que te faz sorrir
O verdadeiro é o que te traz paz
Nem tão fácil que te faça dormir
Nem tão difícil que te traga insônia

Equilíbrio é o que nos falta
Viver é o que precisamos

Trocamos uma vida inteira de paz
Por alguns momentos de alegria
Tentando acreditar que é certo
Esquecemos de viver cada dia


segunda-feira, 29 de maio de 2017

War Machine - Máquina da Guerra | Castelo de Areia - Send Castle

Oh Céus que filme ruim.  




Estou na pegada de filmes sobre guerras e conflitos geopolíticos, eis que aparece esse original Netflix para assistir.  O filme é uma sátira, uma comédia, com referências as filme Três Reis. 

Assisti o filme esperando tiro porrada e bomba, e confesso que demorei para assimilar que não se tratava de um filme sério. 

O que foi aquela atuação do Brad Pitt? Uma atuação caricata, forçada e sem graça. No jeito de andar, nos trejeitos, no falar, em tudo! O filme é ruim, mais de duas horas perdidas, mas ok. 




Aliás assisti a outro filme de guerra chamado Castelo de Areia - Send Castle, que tem um garoto expertinho que quebra a mão numa porta de carro só pra não enfrentar a Guerra. E pasmem! No fim ele começa a virar gente, começa entender o proposito da causa, mas já é tarde mais...  



domingo, 28 de maio de 2017

NOVAS AQUISIÇÕES QUADRINHOS, QUADRINHOS ...

Perdoa as fotos ruins e não desiste de mim. ♥

O encadernado da Eaglemoss DC COMICS, foi aquela facada de "apenas" R$49,90. Ajuda nóis ai!!!


Já estes encadernados de Demolidor - Som e fúria & Vingadores - A guerra Kree Skrull, foram adquiridas em um combo por apenas R$39,90. Eu considero uma bela compra.




sábado, 27 de maio de 2017

O atirador | Shooter - Série original Netflix

Elenco: Ryan Philips; Cynthia Addai Robinson; Omar Epps; Lexy Kolker;
Data: 2016



Está série que possui um nome super inovador é sobre um atirador. Brincadeiras a parte, ela é inspirada no filme O atirador de 2017.

O ator Ryan Philips encara bem este tipo de papel, como nos filmes Segundas intenções, The way of the gun - O caminho da arma, entre outros. Então com certeza ele não deixaria a desejar no papel de Bob Lee Swagger.

Basicamente a trama se trata de um ex atirador de elite da marinha, que é enganado por um ex companheiro e acaba sendo acusado de errar o alvo e acabar matando o atual presidente da Ucrânia. Digo "errar", pois tudo aparentava que o plano era para matar o presidente do Estados Unidos da América, mas no fim é revelado que a todo momento o plano era realmente matar o presidente ucraniano.

Só por estes dois personagens (EUA & RÚSSIA) já sabemos que tudo gira em torno de conspiração e busca de poder. 

Como a série só tem uma temporada até o momento, não tem como falar muito sem soltar muito spoilers, mas deixo registrado aqui que a família Swagger é difícil de se abater, Bob Lee a todo momento busca proteger sua família. A série é muito boa e vale muito a pena assistir e já está confirmada a segunda temporada para 2017. Sou suspeita pra falar, gosto de personagens inteligentes, de história, de geopolítica e de armas.





sexta-feira, 26 de maio de 2017

Cracolândia - São Paulo - João Dória

Nesta semana houve a conturbada dispersão de dependentes químicos, da famosa cracolândia. Como se era de esperar, nem todas as pessoas aceitaram ir para uma clínica de reabilitação e muitas simplesmente migraram para outras partes da cidade, principalmente em seus arredores.

Situação 1
Devido este ocorrido, houve uma manifestação de pessoas que se diziam contra ao fim da cracolândia, que dizem que estão na luta ante manicomial, defendendo o direito das pessoas ser usuárias de droga e com certeza todos eles estavam de vermelho com cartazes escrito "LULA 2018" (não é para menos né minha gente?).

Quando vi está situação, pessoas defendendo este tipo de causa (Estamos falando de crack, para pior, ok?), defendendo este tipo de pessoas, me sinto até envergonhada. Parece que vivem tão longe da realidade e não conseguem enxergar as coisas a um palmo do nariz.

Situação 2
Ontem uma moça que trabalha lá na empresa chegou toda atordoada, porque havia acabado de ser assaltada. E aonde foi? Aos arredores da ex-cracolândia. O mais engraçado é que essa moça tinha um Iphone 6 e estava a caminho de trocar ele por um Iphone 7. No caso ela já havia gritado aos quatro ventos que ia dar o antigo celular, mais X quantia em dinheiro em troca deste novo celular. E segundo o relato dela, o cara parou ela na saída do metro com uma arma, pedindo o celular e o dinheiro, assim logo de cara.

Surgiu a discussão do pessoal, será que foi fita passada? Ou será que era só mais usuário? Alguns ficarão revoltados, o que é o normal, pois você trabalha, compra suas coisas e vem meliante e rouba tuas coisas? É revoltante.

Mas algumas pessoas se demonstraram contra e outras a favor da dispersão cracudos. Um cara lá, vamos chama-lo de fulano, disse “- Tinha que ser igual ao Carandiru, era só chegar atirando em todo mundo e acabou. Bando de vagabundos! ”, logo um outro cara, vamos chama-lo de ciclano, se irritou com o comentário (entendo ele, afinal ele também usa drogas ._.’), dessa forma “- Que absurdo! E se fosse seu irmão o usuário? Dependência química é doença, eles não têm culpa. ”, o outro apenas ignorou e morreu o assunto.

Eu não me envolvi só observei toda a situação, mas deu vontade de olhar para o ciclano e falar “- Uma pessoa que tem câncer não escolheu ter câncer, mas um dependente químico um dia escolheu colocar o primeiro cachimbo na boca. ”

Existem muitas variantes no quesito “Porque as pessoas têm câncer” e no quesito “Porque as pessoas são viciadas em crack”. Sei que existe maus hábitos e poucas chances de se vencer na vida. Mas, não dá para comparar dependência química com doença. Ninguém deve ser absolvido de suas irresponsabilidades e só quem já sofreu/sofre com pessoas dependentes químicas na família sabe o quanto isso é terrível, não só para a própria pessoa, mas também para todos que estão a sua volta.

Para a minha concepção é completamente imoral e antiético defender o uso das drogas. Se as drogas matassem seus usuários, até que não seria de todo mal. O problema é que ela mata uma mãe que vê seu filho se tornar um zumbi e vender toda a mobília da casa para suprir seus vícios. A droga mata a pessoa que sai de casa às 5 horas da manhã para trabalhar e é assaltada por alguém que precisa de um celular para trocar por duas pedras de crack. A droga mata quem não se renda a ela.




quinta-feira, 25 de maio de 2017

Limitado - Tianastacia

Limitado
Hoje eu acordei com a estranha sensação de estar castrado
limitado, limitado, limitado, limitado
E a impressão de que algo nisso tudo
TÁ ERRADO

Há o que eu penso, o modo como eu vou falar
E no que eu falo o modo como vão interpretar

Você nega repostas
Mas não poupa perguntas
Eu não sou como você me quer
Eu avanço sinais, eu dispenso doutor

Limitado
Hoje eu acordei com a estranha sensação de estar castrado
limitado, limitado, limitado, limitado
E a impressão de que algo nisso tudo
TÁ ERRADO

Há o que eu penso, o modo como eu vou falar
E no que eu falo o modo como vão interpretar

Você nega repostas
Mas não poupa perguntas
Eu não sou como você me quer
Eu avanço sinais, eu dispenso doutor

Há o que eu penso, o modo como eu vou falar
E no que eu falo o modo como vão interpretar

Você nega repostas
Mas não poupa perguntas
Eu não sou como você me quer
Eu avanço sinais, eu dispenso doutor

Limitado
Hoje eu acordei com a estranha sensação de estar castrado
limitado, limitado, limitado, limitado
E a impressão de que algo nisso tudo


TÁ ERRADO


terça-feira, 23 de maio de 2017

O pior punho de ferro da história - Original Netflix

Essa história dos personagens serem adaptados para atualidade muitas vezes acaba não sendo satisfatório, ao menos para mim. Assim como em Power Rangers, que os heróis não são mais aqueles que treinam a vida toda para defender as pessoas, e agora são adolescentes com problemas existenciais, que espalham nudes pela escola, acredito que tenha um pouco disso nessa nova série do Punho de Ferro.



Mas deixando os quadrinhos um pouco de lado, vamos falar racialmente da primeira temporada da série.

Esse Danny Rand é muito inocente. Ele é tão inocente que as vezes eu achava que estava assistindo a uma novela mexicana do que a uma série de ação. Aquela Coleen também se deixou enganar a vida inteira, né? Um conselho que deixo aqui é: Se aparecer alguém falando que salvar todo o mundo ou que tem a formula da paz mundial, vai por mim, desconfie. Não é real.



E como se é se esperar, Claire estava presente também. Estou curiosa de como ela será encaixada na série dos Defensores junto com Matt, Luke, Danny, JJ e cia. Até quando ela ficará apenas de coadjuvante, sendo apenas aquela enfermeira que todo mundo recorre? Será que rola dela ganhar algum poder ou até mesmo, algum outro tipo de relevância? A série Defensores estreia em 18 de Agosto deste ano, e eu já estou ansiosa por ela.

Gosto muito das produções Originais Netflix, claro que tem as exceções; Como por exemplo aquele filme do Death Note, que trailer foi aquele? Vou deixar-lo aqui. 



Acho que consigo escrever sobre tudo, menos sobre a série do Punho de ferro. Vejamos aqui, que eu gostei muita dela. Cof Cof.




Categorias