COLEÇÃO COLLECTION DC COMICS DE GRAPHIC NOVELS POR EAGLEMOSS

A coleção de Graphic Novels da DC Comics, realizada pela DC Comics, tem por característica uma arte impressionante por alguns dos me...

domingo, 23 de outubro de 2016

Os pais do Coringa | Joker | Batman

Os pais do Coringa e do Batman:



Bob Kane
Criador do Batman, Robin, Coringa, Mulher-Gato e boa parte da mitologia em torno do Homem-Morcego, Bob Kane é certamente um dos nomes mais citados na história dos quadrinhos - não apenas por suas ideias criativas, mas pela forma como administrou sua carreira. Nascido Robert Kahn, ele mudou legalmente de nome aos dezoito anos. Trabalhando no estúdio de Will Eisner e Jerry Iger em meados dos anos 30, Kane desenhou exaustivamente uma infinidade de tiras de humor. Em 1938, passou a trabalhar para a DC Comics.




Batman surgiu a partir da solicitação da DC de um personagem que rivalizasse em popularidade com Superman. Tralhando ao lado de Bill Finger, ele desenhou a primeira história do excêntrico personagem para a edição 27 de Detective Comics, em 1939. Entre HQs e tiras de jornal, Kane ficou com Barman até o final dos anos 40. Muitos historiadores afirmam que, apesar de assinar roteiros e arte de dezenas de histórias, Kane trabalhava com diversos criadores ao seu lado, o que torna praticamente impossível identificar quanto dos créditos são realmente seus.


♥♦♣♠






♥♦♣♠

Bill Finger
Visto por muios como criador do Batman, William "Bill" Finger trabalhou ao lado de Bob Kane na conccepção desse que é um dos personagens mais importantes dos quadrinhos. Ele é reconhecido como o responsável por trazer o lado detetive do Homem-Morcego, bem como propor a identidade de Bruce Wayne. Bill Finger foi criador de muitos outros personagens e localidades icônicas do Universo DC, como Robin, Mulher Gato, Coringa, Charada, Duas-Caras, a Batcaverna, o Batmóvel e Gotham City. Entre outros trabalhos na DC Comics, foi cocriador do Lanterna Verde original, junto do desenhista Martin Nodell, Bill, que trabalhava como vendedor de calçados e foi contratado por Bob Kane para trabalhar em seu estúdio nos roteiros de Rusty e Clip Carson, acabou sendo parceiro de Bob no trabalho com o Cavaleiro das Trevas. É dele o roteiro da primeira aparição do personagem, em Detective Comics 27. O autor continuou produzindo roteiros para a DC em várias séries, principalmente com Batman. Em sua homenagem, o colega Jerry Robinson criou em 2005 o Bill Finger Award For Excellence in Comic Book Writing, concedido junto do prêmio Eisner anualmente.


♥♦♣♠







♥♦♣♠

Jerry Robinson
Jerry ganhava a vida vendendo sorvetes até conhecer um certo Bob Kane, de quem foi vizinho na época em que Bob usava um quarto do apartamento da família como estúdio. Robinson começou letreirando as histórias do recém criado Batman, mas logo passou a ser o colorista principal. Junto do roteirista Bill Finger, criou personagens como o Coringa e Robin, o Menino-Prodígio - por mais Kane fosse o único a ser creditado e ainda haja muita discussão  sobre quem realmente foi responsável pelo nascimento do Palhaço do Crime. Em 1941, Robinson e Finger passaram a trabalhar diretamente para a DC, sendo responsáveis, principalmente, pelas tiras de jornal do Batman até 1947. Robinson deixou os quadrinhos por um tempo em 1953 e fez tiras de jornal variadas e inúmeras ilustrações para capas de livros, incluindo versões da Bíblia cristã para adolescentes. Ao fim dos anos 90, ele inovou e lançou um mangá, junto de Shojin Tanaka e Ken-Ichi Oishi. Astra foi muito elogiado pela crítica. A DC Comics contratou Robinson mais uma vez em 2007, agora como   consultor criativo.


♥♦♣♠






♥♦♣♠

Texto tirado e inspirado da história em quadrinhos Coringa do autor Brian Azzarello e arte por Lee Bermejo.

Postar um comentário