Pular para o conteúdo principal

A destruição

No principio, Deus criou o céu e a terra. Depois de muitos milhões de anos, o homem criou coragem e resolveu assumir o comando do mundo e do futuro. Então começaram os seis últimos dias da história.

Na manhã do primeiro dia, o homem resolveu ser livre e belo, bom e feliz. Resolveu não ser mais a imagem e semelhança de Deus, mas ser simplesmente homem. E como devia acreditar em alguma coisa, acreditou em liberdade e felicidade, em bolsa de valores, em caderneta de poupança, em processo, em planejamento e desenvolvimento e especialmente segurança era a base. Disparou satélites pesquisadores e preparou foguetes carregados de bombas atômicas. E foi a tarde e a manhã do primeiro dia.

No segundo dia dos últimos tempos, morreram os peixes dos rios, poluídos pelo lixo das indústrias. Morreram os peixes do mar pelo vazamento dos grandes petroleiros e pelo depósito do fundo dos oceanos. Os depósitos eram radioativos.

Morreram os animais que atravessam as grandes auto-estradas, envenenados pelas descargas do trânsito infernal. Morreram os cachorrinhos de estimação, pelo excesso de tinta que avermelhou as
linguiças..

E foi a tarde do segundo dia.

No terceiro dia, secaram o capim nos cerrados, a folhagem nas árvores, o musgo dos rochedos e as flores no jardim. O homem resolveu controlar as estações segundo um plano bem exato. Só que houve um pequeno erro no computador da chuva. Até descobrirem  o defeito, secaram os mananciais. Os barcos que corriam pelos rios festivos encalharem nos leitos ressequidos. E foi a tarde e a manhã do terceiro dia.

No quarto dia morreram quatro bilhões dos cinco bilhões de homens. Uns contaminados por vírus cultivados em provetas. Outros, vítimas do esquecimento imperdoável de fechar os depósitos bacteriológicos, preparados para a guerra seguinte. Outros ainda morreram de fome, porque alguém não se lembrava mais onde havia escondido as chaves dos depósitos de cereais. E amaldiçoavam a Deus. Na sua mente atordoada e louca, julgavam Deus como culpado da demência humana. E foi a tarde e a manhã do quarto dia.

No quinto dia, os últimos homens resolveram acionar o botão vermelho, porque se sentiam ameaçados. O fogo envolveu a terra.

As montanhas fumegaram e os mares secaram. Nas cidades, os esqueletos de concreto armado ficaram negros, lançando fumaça pelas órbitas abertas.Os anjos do céu assistiam espantados  ao  espetáculo do planeta azul, que havia tomado a cor do fogo. Finalmente, ficou cor de cinza. E foi a manhã do quinta dia.
No sexto dia, apagou-se a luz. Poeira e cinza encobriam o sol, a lua e as estrelas. E foi a tarde e a manhã do sexto dia.

No sétimo dia, havia  sossego. Até que enfim. A terra estava informe e vazia. As trevas cobriam o abismo, e o espírito do homem, o fantasma do homem, pairava sobre o caos. Mas, no fundo do inferno, comentava-se a história fascinante do homem que assumira os comandos do mundo. Gargalhadas estrondosas ecoavam, abafando até os coros dos anjos.





(Jorge Zink, 1979)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Fandom Friday: Favorite Fandom Phrases - Frases de Fandom favoritas

Nesse universo de desenhos, mangas, HQ's, animes, games, filmes, séries, e afins; sempre há um momento, uma cena, e no case do post de hoje uma frase! As frases, são uma das coisas mais marcantes, que um personagem pode deixar aos seus fãs. Em meio há várias, vamos escrever apenas 5 hoje [com certeza escreverei mais haha]. Vamos esquecer essa parada de ordem de importância [só por hoje] e vamos aletoriar[verbete novo haha] as frases agora:
Why so serious? Por que tão sério? De nosso vilão favorito da DC Comics, Coringa, The Joker!

"Até logo, até mais ver, bon voyage, arrivederci, até mais, adeus, boa viagem, vá em paz, que a porta bata onde o sol não bate, não volte mais aqui, hasta la vista baby, escafeda-se, e saia logo daqui." & "Aaahhh ééé não." do memorável, Michael Kyle do Eu a patroa e as crianças.
"Quanto é 1000 menos 7?" Frase de torturador para torturado, que Kaneki Ken foi obrigado a repetir.
"Oi eu sou Goku." Despensa apresentações.

Spider Man/Homem Aranha me representa

Ultimamente, venha percebendo nas ações do nosso querido Homem Aranha, algumas semelhanças comigo.
Aaaanh como assim ?


Cara eu durmo, aonde encosto e você?


Bom eu também, tenho muito tempo para ficar comendo, néh


Você escova os dentes?

E depois de comer?

But, first coffe ...


Minhas provas da faculdade estão chegando ...
Esta sou procurando roupa para sair ...

Já mencionei que minhas provas estão perto?
É sério, eu preciso estudar!

Wolverine.

James Howlett, mas conhecido como Wolverine. Ele é um mutante que possui a capacidade de regenerar áreas danificadas ou destruídas, de sua estrutura celular a uma taxa muito maior do que a de um ser humano comum. A velocidade desse fator de cura, funciona variando na proporção direta com a gravidade dos danos que ele sofrer. Por exemplo, ele pode se recuperar totalmente de uma bala comum, ferida em uma área não-vital de seu corpo em poucos minutos; mas levou quase dois meses para se recuperar totalmente dos ferimentos sofridos em um duelo com Lord Shingen, que incluiu em uma espada que percorreu todo o caminho de seu corpo.

Wolverine também lhe oferece imunidade virtual para venenos e a maioria das drogas, bem como uma maior resistência a doenças. Por exemplo, é quase impossível para ele se tornar intoxicado por beber álcool. Ele também possui imunidade limitada aos venenos, fadiga gerada pela atividade física, e, portanto, ele tem maior resistência do que um ser humano comum. 

Possui ó…