-

domingo, 26 de julho de 2015

Machucado sem sentido nenhum.

Fim de semana passado estava eu andando até o mercado com a minha mãe, eis que eu viro me pé [sem novidades] e meu chinelo desmonta e a cabeça do meu dedão começa a sangrar. Pronto lapei a cabeça do dedão depois de quase 15 anos, eu consigo realizar uma proeza dessas, estou dando risada até agora.

Me lembrei que este feitio de machucar a partir de ações que não tem nada haver, e muitas das vezes nem oferecem perigo ao serem executadas.

Há alguns anos atrás, estava eu lavando a louça, normalmente; eis que vou lavar um copo e ele racha, quebra entra no meu dedo e abre um buraco, sangra, e derrepentemente  eu to vendo minha carne. OMG. Doeu muuuuito. Estava sozinha em casa, então não fui pro pronto socorro. Quando minha mãe chegou e quis me mandar pro medico pra levar ponto, já era tarde - se passar muito tempo, eles não dão os pontos mais - ai eu fiquei com o dedo aberto por um om tempo. Tenho essas cicatrizes até hoje, elas tem formato de V e J, porque lapou os pedaços de cima do dedo. Arg.


Há uns dois anos atrás, estava eu fazendo comida, precisamente arroz. Já estava bem quente, e a panela estava tampada. Fui retirar a tampa para ver como se encontrava o arroz, mas a tampa só abriu um pouquinho e o vapor saiu todo por lá, e foi direto para o meu pulso. Queimadura de lá sei quantos graus, mais uma vez vi minha carne pra fora, só que agora queimada e por uma região 10x maior! Meu pulso é manchado até hoje, por conta deste incidente.

Não posso dizer que há alguns anos atrás eu torci meu tornozelo e bláblá, porque descrevendo assim iria parecer que foi só esta vez. Mas não. Foram incalculáveis as vezes que virei o pé e torci o tornozelo. Sério, ele é tão bugado que nunca quebrou até hoje. Mas vamos lá, há alguns anos atrás, mas precisamente no dia da final da Copa do Brasil entre Corinthians e Internacional em 2009, porém ainda era dia, estava voltando da escola e virei o pé pela primeira vez. Passou-se o dia e minha mãe chegou e viu me tornozelo do tamanho de uma melancia e ligou para meu pai, para que ele me levasse ao médico imediatamente. Fomos ao pronto socorro que tem aqui perto e o médico disse que era frescura; assim fomos ao médico do convenio, mas isso já era anoite e o jogo já estava rolando. Esperando do lado de fora do consultório, estava acompanhando o jogo pela TV, eis que o primeiro gol sai e eu não posso gritar e nem pular. Um absurdo. Após passar pela consulta, continue a acompanhar o jogo pelo rádio. Cheguei em casa o jogo estava em 2x2, no finalzinho. Pude ver meu time Tri-Campeão da Copa do Brasil aquela noite, porém com uma imensa dor. Foi um dia e tanto.

Tenho várias histórias dessas, as vezes me sinto meio Wolverine, só pelo fato de me curar rápido desses 'machucados' [...] mais se eu continuar este post nunca irá acabar! E você tem dessas histórias malucas sobre machucados? Conte -me nos comentários, adoraria conhecer tuas histórias também!



Paz e Bem!
CR ^.^
Postar um comentário

Acho que você vai gostar de ler :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...