COLEÇÃO COLLECTION DC COMICS DE GRAPHIC NOVELS POR EAGLEMOSS

A coleção de Graphic Novels da DC Comics, realizada pela DC Comics, tem por característica uma arte impressionante por alguns dos me...

sexta-feira, 17 de julho de 2015

E o pra sempre ficou?

Existem coisas das quais é impossível se esquecer. A morte de alguém que amamos por exemplo. Mas certas coisas em nossas vidas às vezes consideradas por nós como importantes, em sua maioria são descartáveis. Sendo assim, por que não deletar de nossas vidas? Quiçá viveríamos melhor se não déssemos tanta ênfase para o que é simplesmente momentâneo.

Imagino que se nos organizássemos mentalmente por prioridades, muitos desses "problemas" iriam com certeza para o final da fila.

Creio já ter passado da hora de esquecermos o que já se passou e darmos valor ao que realmente faz e fará diferença em nossas vidas. 

A banda Legião Urbana tem uma letra que diz o seguinte:
"quem está AGORA a seu lado? Quem para sempre ESTÁ? QUEM para  sempre ESTARÁ?"
Portanto, é bom termos em mente que muitas das vezes, pessoas e coisas assumem um grau de relevância sendo que esse tipo de situação só nos leva a descartes constantes dos quais ao longo da vida nem iremos lembrar e são fatos que não nos acrescenta em nada-se levarmos em consideração que todo erro tem um aprendizado.
Que tal se você tirar um tempo só para você? Um momento de intensa reflexão, de profunda ênfase no "Eu", naquilo que possa lhe fazer mudar para melhor, deixando de lado as crises e tudo aquilo que contribui para seu insucesso pessoal. Pese as prioridades. O que é  realmente importante para você? Quem tem sido realmente importante na sua vida? O que ou quais pessoas o fazem feliz? Se não há felicidade, o que lhe falta? 
Carregar um fardo sobre si, não é o caminho.
Nem sempre depende de nós. Mas a iniciativa de sairmos da mesmice e ir ao Nosso Encontro Pessoal para buscarmos a Integridade Íntima é algo que cabe somente à nós.



Uma ótima semana a todos! Vida longa a si! Felicidade plena.


Elma C. Lopes
Postar um comentário