COLEÇÃO COLLECTION DC COMICS DE GRAPHIC NOVELS POR EAGLEMOSS

A coleção de Graphic Novels da DC Comics, realizada pela DC Comics, tem por característica uma arte impressionante por alguns dos me...

quarta-feira, 1 de julho de 2015

#Ajuda: Conteúdo sobre Fundações Indiretas.

Neste blog também quero ajudar com conteúdos para lições, trabalhos, estudos, etc.
Segue em então a relação de um dos últimos estudos que andei realizando sobre Fundações Indiretas, o que são e quais suas vantagens e desvantagens. :D


ESTACAS PRÉ - MOLDADAS (Concreto)
O que são: As estacas pré-moldadas enquadram-se na categoria das estacas de deslocamento, caracterizadas por sua introdução no terreno através de processo que não promova a retirada de solo. Elas podem ser constituídas por um único elemento estrutural (madeira, aço, concreto armado ou protendido) ou pela associação de dois desses elementos (e não mais do que dois), quando será denominada “estaca mista”. No entanto, de todos os materiais de construção, o concreto é um dos que melhor se presta à confecção de estacas e, em particular das pré-moldadas, pelo controle da qualidade que se pode exercer tanto na confecção quanto na cravação.
Procedimento: A cravação das estacas pode ser feita por percussão, prensagem ou vibração. A escolha do equipamento deve ser feita de acordo com o tipo, dimensão da estaca, características do solo, condições de vizinhança, características do projeto e peculiaridades do local. A cravação por percussão é o processo mais utilizado, utilizando-se para tanto pilões de queda-livre ou automáticos.
As vantagens são:
• podem ser cravadas com um nega predeterminada; estável em solos compressíveis, por exemplo, argilas moles, siltes e turfas;
• o material da estaca pode ser inspecionado antes da cravação;
• pode ser recravada se for afetada por inchamento do solo;
• o procedimento de construção não é afetado pelo lençol freático;
• pode ser cravada com granes comprimentos; pode ser transportada acima do nível do terreno, por exemplo, dentro d’água para estruturas marítimas;
• pode aumentar a densidade relativa de uma camada de fundação granular.
As desvantagens são:
• o inchamento e a alteração do solo circundante podem causar dificuldades, como as discutidas acima para as estcas cravadas e moldadas no local;
• não se pode modificar o compromento com rapidez;
• pode sofrer danos durante a cravação;
• a armadura pode ser determinada pelas exigências de levantamento e transportes, e não pelas cargas estruturais; (Geotecnia de Fundações Prof. M. Marangon 28)
• não pode ser cravada com diâmetros muito grandes ou em locais onde haja onde haja limitações de altura para equipamento;
• barulho, vibração e deslocamentos do solo podem causar dificuldades. Comprimento de estacas até 27 m e cargas até 1000 KN são usuais;


ESTACAS DE MADEIRAS
O que são: As estacas de madeira nada mais são do que troncos de árvore (os mais retos possíveis) cravados no solo com bate-estacas de pequenas dimensões e martelos leves. Antes da difusão da utilização do concreto, elas eram empregadas quando a camada de apoio às fundações se encontrava em profundidades grandes.
Procedimento: A cravação das estacas pode ser feita por percussão, prensagem ou vibração, e a escolha do equipamento deve ser feita de acordo com o tipo, dimensão da estaca, características do solo, condições de vizinhança, características do projeto e peculiaridades do local. A cravação por percussão é o processo mais utilizado, utilizando-se para tanto pilões de queda-livre ou automáticos.
As vantagens são:
• não há risco de inchamento do solo;
• o comprimento pode ser prontamente alterado;
• o solo pode ser inspecionado e comparado com dados de investigação do local;
• podem ser executadas com comprimentos e diâmetros muito grandes, sendo possíveis alargamentos da base de até dois ou três diâmetros da estaca em argilas e rochas brandas;
• a armadura não depende do transporte ou das condições de cravação;
• pode ser instalada sem muito barulho ou vibração, e onde haja limitações de altura para o equipamento;
As desvantagens são:
• os métodos de escavação podem afofar os solos arenosos ou com pedregulho, ou transformar rochas moles em lama, como por exemplo, no caso de calcáreo mole ou marga;
• suscetível a estrangulamento em solo compressível;
• dificuldades na concretagem submersa. O concreto não pode ser inspecionado posteriormente;
• a entrada de água pode causar danos ao concreto, caso ainda não tenha ocorrido a pega, ou a uma alteração do solo circundante, provocando redução da capacidade de carga da estaca;
• não podem se executadas bases alargadas em solos granulares;
ESTACAS DE AÇO
O que são: As Estacas Metálicas são utilizadas obras de fundações profundas, consiste no fornecimento e cravação,  devidamente dimensionados para as seções das estacas e profundidade a serem atingidas no projeto de fundações.São constituídas por perfis laminados ou soldados, simples ou múltiplos, devem resistir à corrosão pela própria natureza do aço ou por tratamento adequado. Caso seja necessário, podem ser emendadas, mas as emendas deve resistir a todas solicitações que possam ocorrer durante o manuseio, a cravação e o trabalho da estaca.
Procedimento: O equipamento de cravação será dimensionado de forma que consiga levar a estaca a encontrar uma resistência de ponta a sua penetração, oferecida pelo solo, indicando a presença de camada resistente para o seu apoio, mas sem acarretar danos ao perfil. O equipamento é o Bate Estaca, sendo constituído por torre, base e martelo.

As vantagens são:
• Elevado aproveitamento;
• Obtenção de contenções impermeavéis;
• Execução rápida;
• Execução em obra temporárias e definitivas;
• Atingem grandes profundidades;
As desvantagens são:
• Dificiul cravação em locais com problemas de interferências no solos;
• Dificiul transporte e içamento em aréas urbanas e congestionadas;
• Necessidades de proteção anticorresivas;
• Causam barulho e trepidação no momento da cravação no solo;
ESTACAS STRAUSS
Com camisa tipo Strauss: Executadas com tubo de revestimento que contém, num fundo falso, um balde-sonda e água dentro do tubo. À medida que a água vai penetrando no solo e se transformando em lama, esta enche o balde que vai retirando o material e formando o furo para a penetração do tubo revestimento. Não necessita do emprego de bate-estacas. O tubo revestimento vai sendo retirado conforme o lançamento do concreto. Deve ser feito por pessoas experientes para que não cause falhas no concreto, que certamente não serão vistas, mas reduzirão a resistência do solo.
Simplex ou por Compressão: Também confeccionadas no local, são um outro tipo de estaca de concreto fundida no solo com o auxílio de um tubo de aço.
Procedimento: O método consiste em cravar no solo um tubo de aço com uma ponta de concreto pré-moldado, batendo com um bate-estaca. Em seguida, o tubo é cheio com um concreto bem plástico, em seguida o tubo vai sendo retirado, deixando a estaca de concreto no solo.
As vantagens são:
• Fator custo/benefício favorável;
• Não gera vibrações no solo suficientes para danificar edificações vizinhas. No entanto, é sempre recomendado realizar laudo pericial em todas as edificações no entorno da obra para evitar futuras reclamações sem fundamentos;
As desvantagens são:
• Geralmente produz muita lama. O cliente as vezes se sente desconfortável no aspecto visual da lama;
• Capacidade de carga baixa. Uma estaca Strauss pode ter até metade da capacidade de carga de uma estaca pré moldada;
• Apresenta dificuldade para escavar solo mole de areia fofa por causa do estrangulamento do fuste;
ESTACA FRANKI
O que são: As estacas Franki são elementos de fundação robustos, com grande capacidade de carga.
Procedimento: Na execução desse tipo de estaca, uma mistura de brita e areia é colocada na ponta inferior de um tubo metálico e socada por um pilão, penetrando no subsolo. Por essas características, são recomendadas para terrenos mais resistentes. Depois, a armadura é inserida, o concreto é lançado e o tubo, removido.

As vantagens são:
• Boa qualidade de execução;
• Boa e alta capacidade de carga;
• Execução permite controle;
• Solos coesivos são compactados durante a cravação;
• O comprimento pode ser ajustado de acordo com a variação do nível da camada resistente;
• A cravação do tubo com extremidade fechada exclui a influência do nível da água;  • Possui energia elevada para obstruções;
• Grande resistência ao arrancamento se devidamente armadas;
As desvantagens são:
• Comprimento limitado;
• Pouca eficiência do equipamento;
• Vibração na cravação;
TUBULÕES
O que é: É outro tipo de fundação indireta que consiste em um tubo de aço de grande diâmetro.
Procedimento: O trabalho é de extrema responsabilidade e de muito risco. O conjunto transforma-se em um sistema fechado, cujas portas, para entrada e saída de material, são abertas e fechadas de acordo com um código “Morse”, convencional, para evitar a perda da pressão. A descompressão é feita, gradativamente, após a conclusão da concretagem da estaca.Um homem trabalha em seu interior e vai cavando ao mesmo tempo em que o tubo vai descendo. Quando chega à profundidade desejada, a base é alargada e concretada, servindo para apoio de uma parte da estrutura. Este método leva em conta basicamente a compressão do solo na base do tubulão.
Tubulão tipo Chicago: A escavação é feita por etapas com escoramento que vai descendo à medida que a escavação prossegue. As escoras são travadas por meio de anéis metálicos.
Tubulão tipo Gow: Consiste na cravação de um conjunto de tubos metálicos, de diâmetros consecutivos e decrescentes. A escavação é feita após a cravação de cada tubo, sucessivamente. Os tubos são retirados com a progressão da concretagem. Tem como vantagem, sobre o tipo Chicago, pode ser executada abaixo do nível da água, desde que abaixo deste haja uma camada de argila que o tubo possa apoiar-se, permitindo o término da escavação antes que a água atravesse a camada de argila.
Tubulão Pneumático: Para terrenos onde há muita água, tornam-se inviáveis todos os tipos de fundação citados anteriormente. São usadas, para este caso, estacas de tubulões pneumáticos. Consiste no uso de ar comprimido após a cravação do tubo antes da escavação de seu interior. A finalidade do ar comprimido é a de manter a água afastada através do aumento da pressão no interior do tubo.
ESTACAS TIPO BROCA
O que é: Usada em fundações de casas simples, em terrenos que suportam pouco peso e quando a perfuração do solo é feita manualmente, com o auxílio de um instrumento chamado trado.
Procedimento: A estaca do tipo broca é cravada em pequena profundidade, no máximo até 4 metros, que serão preenchidos com concreto.
As vantagens são:
• Execução rápida;
• Economia;
• Não interfere no bulbo de tensões das fundações de construções vizinhas;
• Pouca poluição sonora;
• Disponibilidade de várias empresas especializadas em território nacional;
As desvantagens são:
• Relativo alto custo;
• Necessita de mão de obra especializada;
• Aluguel de equipamentos especializados;
ESTACA HÉLICE CONTÍNUA
O que é: As estacas escavadas com hélice contínua  foram introduzidas no Brasil na década de 90. É uma estaca de concreto moldada “in loco”, executada através da perfuração  do terreno realizada por um equipamento composto por uma haste tubular envolta  por um trado (instrumento de forma helicoidal com que se faz furos no solo).
Procedimento: A estaca tipo hélice contínua é executada mediante a introdução no terreno de uma haste tubular dotada externamente de uma hélice continua a qual é descida no terreno por aplicação de um torque. Durante a penetração e dependendo do diâmetro da haste, não ocorre a retirada do solo escavado, resultando uma estaca do tipo implantada sem deslocamento do solo. Todavia, pode ocorrer além de uma certa profundidade, que o solo fique totalmente aderido às pás da hélice quando então, na continuação da penetração, a estaca passa a ser por deslocamento de solo. Na parte inferior da haste tubular existe um tampão, a ser perdido, que impede a penetração do solo no seu interior.
As vantagens são:
• Os equipamentos permitem atravessar camada de solo com SPT = 50;
• Os equipamentos permitem executar estaca inclinada de 140 até profundidade de 15m;
• Os equipamentos permitem executar estaca inclinada de 110 até profundidade entre 16m e 25m;
• Os equipamentos são dotados de instrumentos que monitoram continuamente toda execução das estacas; - Não há desconfinamento lateral do solo;
• Como o concreto é bombeado sob pressão ele preenche continuamente o volume escavado, fornecendo uma maior resistência por atrito lateral da estaca;
• Devido o monitoramento eletrônico é permitido um controle contínuo da qualidade de execução da estaca;
• Permite a execução de cerca de 200m a 300m de estaca por dia em condições normais de terreno;
As desvantagens são:
• Custo relativamente elevado;
• Número de equipamentos limitados no Brasil;


BATE ESTACAS
O Bate Estacas é um equipamento utilizado na Construção Civil para realizar obras de Fundações e Contenções. O Bate Estacas serve para cravar estacas no solo. O aparelho Bate Estacas compreende um martelo de queda, que pode pesar cerca de 600 a 7000 Kg, utilizado para aplicar golpes, e dispositivos de içar, que levantam o martelo de queda entre sucessivos golpes.
Os Bate Estacas possuem uma bomba hidráulica que injeta óleo no circuito, fazendo o martelo subir e abaixar. Os Bate Estacas são projetados para serem versáteis e multifuncionais, eles podem ser adaptados para cravação, execução de Estacas Hélice Contínua Monitorada e Estacas perfuradas de grande diâmetro.
Ao término de um intervalo de tempo predeterminado pelo temporizador do equipamento de Bate Estacas, os dispositivos de engate mais uma vez desengatam, permitindo que o martelo de queda caia. Este processo se repete automaticamente por várias vezes.




Paz e Bem! CR ^.^
Postar um comentário